Domingo, 18 de Setembro de 2011

Uma garrafinha PET, duas garrafinhas PET... De onde vêm as garrafas PET?

 

Salve! Salve galera apaixonada por conhecimento!!

 

Como vão vocês? Espero que muito bem!

 

Estamos no nosso segundo POST *----* E ele está muitíssimo interessante, podem acreditar!

Quem ai sabe como se produzem as garrafas PET?? Imagino que a maioria não faz ideia de todo o processo de produção. Um segredinho: nós aqui também não sabíamos como as garrafas PET são produzidas. Mas fomos atrás, pesquisamos muito e montamos um post bem bacana e explicativo!

 

HOPE YOU LIKE!!!

 

Ok! Acabei minhas divagações... hehe

Let's go...


 

O QUE É PET?

 

 

Antes de falar sobre a produção de garrafas PET é importante entender que “negócio” é esse.

Pois bem, PET ou Politereftalato de etileno, é um polímero termoplástico, ou seja, é um composto químico resultante de uma reação entre ácido tereftálico e o etilenoglicol!! Ok, muita química aqui, não é?? Para vocês entenderem mais sobre isso cliquem aqui e aqui.

Como dito anteriormente, o PET é um polímero termoplástico, isso quer dizer que quando ele é aquecido a certa temperatura torna-se mole e, pode ser fundido e moldado diversas vezes.


 

UM POUQUINHO DE HISTÓRIA

 

A partir da década de 70 passou-se a produzir garrafas com o composto criado pelos químicos britânicos Whinfield e Dickson, em 1941. A produção das garrafas só foi autorizada depois de longas pesquisas, quando ficou comprovada a “inexistência” de perigos à saúde e ao Meio Ambiente.

A partir dos anos 80, países como o Canadá e os Estados Unidos passaram a coletar tais garrafas, usando-as para fazer enchimentos de almofadas. Começou aí a reciclagem das garrafas PET :D

Mas foi somente nos anos 90 que o PET reciclado passou a ser usado novamente em embalagens alimentícias, isso nos EUA.

No Brasil, a cada ano, a quantidade de garrafas plásticas recicladas vem aumentando. Em 1994 apenas 18% das garrafas eram recicladas, em 2006 esse número pulou para 51,3%.


 

A VIDA DE UMA GARRAFA PET: DO NASCIMENTO À MORTE{#emotions_dlg.chucha}

 

Acalmem-se galera! Não estamos matando garrafas PET aqui! Hehe.

Agora chegou o momento de entendermos como surgem as garrafas PET. Descreverei aqui todos os passos importantes, desde a fabricação até o momento em que compramos uma garrafa PET com um refrigerante muito gostoso no mercado.    (:

 

 

O PETRÓLEO

 

Todo o processo de produção das garrafas PET começa nas PETROQUÍMICAS, onde o petróleo é retirado do solo e refinado através de muitos processos, os quais não citarei aqui. Mas caso queiram saber mais cliquem aqui.

Depois que o petróleo passa por todos os processos necessários, as indústrias Petroquímicas vendem vários derivados do Petróleo, um destes derivados é o PET. Assim começa a vida de uma garrafinha de refrigerante.   (:

 

 

ETAPAS DE PRODUÇÃO

 

Depois de produzido o PET, as indústrias Petroquímicas o vendem às Indústrias de Plástico, como por exemplo a INPLAVEL, uma das maiores indústrias produtoras de embalagens de JOINVILLE.

Depois de transportado até a sede da indústria compradora, o PET passa por cerca de 7 etapas até estar pronto para ser vendido!

 

 

 

PRIMEIRA ETAPA : Secagem

 

SEGUNDA ETAPA: Alimentação – É nessa etapa que ocorre a transição do silo e a entrada da resina de PET na máquina injetora. É durante esse processo que são adicionados aditivos à resina de PET. São esses aditivos: concentrados de cor, aditivos antichama, fibra de vidro, resinas recicladas, etc.

Durante este estágio a resina continua em estado sólido, seca e exposta a uma temperatura de cerca de 100ºC.

 

TERCEIRA ETAPA: Plastificação – É neste estágio que a resina muda de estado físico. O PET é aquecido e plastificado dentro do canhão de uma injetora, com zonas de pressão bem definidas. A temperatura durante este processo varia de 265ºC a 305ºC.

 

QUARTA ETAPA: Injeção- Através do processo de injeção, a resina de PET já plastificada é transferida para o molde de pré-formas.

 

Há circulação de água gelada no interior do molde de pré-formas, logo a resina de PET endurece rapidamente, graças à baixa temperatura. Ao fim deste processo uma pré-forma da garrafa já se encontra pronta, com o gargalo definido.

 

QUINTA ETAPA: Condicionamento – Esta etapa pode ser realizada de duas formas, através do sistema integrado e do sistema de dois estágios.

No sistema integrado a pré-forma segue diretamente para o condicionamento, a uma temperatura de cerca de 100ºC. No condicionamento a pré-forma recebe um tratamento térmico, onde aquece-se mais as partes necessárias.

No sistema de dois estágios, a pré-forma chega fria vinda do estoque, sendo aquecida em um forno. Neste forno a região que precisa ser estirada será condicionada. Depois de atingida a temperatura ideal a pré-forma estará pronta para o próximo estágio.

 

SEXTA ETAPA: Sopro – Com o auxílio de robôs, a pré-forma é colocada dentro do molde de sopro, que contem a forma final do produto. Um pino penetra o gargalo da pré-forma estirando-o com ar comprimido, a pressão varia entre 20 e 40 kgf/cm². O corpo da pré-forma é inflado e sua forma controlada até que a resina tome a forma do molde.

 

SÉTIMA ETAPA: Ejeção do produto– Esta é a última etapa da produção de garrafas e embalagens de PET. A garrafa é ejetada da máquina e se encontra pronta para ser estocada ou envasada.

 

  

 

 

VENDA DAS EMBALAGENS

 

A emocionante vida de uma garrafa PET não acaba no momento em que ela é produzida. Na realidade esse é somente o começo. Depois de produzidas, elas são vendidas às indústrias alimentícias, por exemplo, onde são utilizadas para se colocar os alimentos. No caso das garrafas PET, elas são usadas como recipientes de muitos produtos, mas vou me contar e falar somente sobre os refrigerantes.

 

 

Então, como estava dizendo, as empresas produtoras de embalagens plásticas vendem seus produtos à empresas como a Coca-Cola, onde a garrafa PET é preenchida com refrigerante de cola, por exemplo. Depois de concluído esse processo, as garrafas de refrigerante são distribuídas pelo mundo... Bem, isso ocorre através do transporte aéreo, marítimo, ferroviário e rodoviário. Depois de viajar por longos quilômetros as garrafas chegam aos supermercados *---*

 

 

COMÉRCIO

 

Até aqui as garrafas PET já percorreram um longo caminho, provavelmente desconhecido para a maioria dos leitores. Mas agora estamos em uma etapa muito conhecida: a compra. Depois de produzidas as garrafas, enchidas com refrigerante e transportadas para todo o mundo, chega a nossa hora de participar da vida da pobre garrafinha PET. Nós vamos ao mercado, compramos uma garrafa de refrigerante, a levamos para casa e  consumimos no almoço de domingo. O “refri” acaba, mas e a pobre garrafinha?? Bem, ela vai para o lixo, e aí muitos afirmam que a vida da pobre garrafa acaba, o que não é verdade,como logo veremos.

 

 


 

RECICLAGEM DE PET {#emotions_dlg.redflower}

 

Muita gente usa a garrafa PET, joga-a fora e acha que a vida útil da garrafa acabou. Na realidade as coisas não são bem assim. Depois de utilizadas, as garrafas PET podem ser reutilizadas de múltiplas formas. Eis a ressurreição da garrafa PET:

 

ARTESANATO – Sabe aquelas garrafas PET que sobraram da festa de sábado à noite? Elas não são consideradas lixo por muitas pessoas. A cada dia, mais e mais artesãos têm se dedicado ao artesanato feito com garrafas PET. Os artesãos criam bonecos, pufes, flores, árvores de Natal, móveis e até mesmo construções. Dá para acreditar que um homem construiu uma Igreja em Tubarão usando garrafas PET? Cliquem aqui para lerem mais.

 

 

BOTTLE TO BOTTLE - Hoje em dia já existem garrafas produzidas a partir de resina de PET adquirida atrás da reciclagem de garrafas já usadas. A Coca-Cola é uma das empresas que tem utilizado o Bottle to Bottle, garrafa produzida com cerca de 20% de resina reciclada. O processo de reciclagem da garrafa PET acontece da seguinte maneira: as garrafas usadas são trituradas, passando depois por um processo de limpeza e descontaminação, onde são expostas à alta temperatura e pressão, ficando perfeitamente limpas, podendo ser usadas na produção de novas garrafas. Quem quiser saber mais clique aqui.

 

 

Depois de reutilizadas, as garrafas PET voltam para nós. Já deu para perceber que este é um ciclo vicioso, não é?

Como estamos falando em reciclagem aqui, não posso deixar de citar um fato muito interessante. Adivinhem onde se encontra a maior recicladora da América Latina... Quem respondeu Santa Catarina acertou!!! A ARTEPLAS ARTEFATOS DE PLÁSTICOS S.A , com sede em Itajaí, ganhou o título de maior recicladora do continente latino-americano. Que honra, “né” pessoal? Santa Catarina está crescendo e investindo em sustentabilidade.

 


 

O MERCADO DE TRABALHO POR TRÁS DAS GARRAFAS PET{#emotions_dlg.brasas}

 

Como vocês puderam perceber, desde a produção até o comércio de uma garrafa PET há muita gente envolvida. Se analisarmos as vagas criadas somente pelo comércio desse produto podemos nos assustar. Para começar, há vagas para as mais variadas profissões ligadas ao Petróleo, como por exemplo um químico, depois há vagas para técnicos industriais preparados para trabalhar com plásticos, há também a geração de emprego na área de transportes, além de vagas no comércio e na área de reciclagem. Isso só contando as vagas diretamente ligadas às garrafas. Agora imaginem que ainda há vagas nas empresas que produzem as máquinas usadas na produção de garrafas PET, nas empresas que produzem componentes químicos utilizados no mesmo processo, entre outras coisas... Wow, realmente há muitas vagas!! Se alguém aí se identifica com a área... Por que não arriscar?

 


 

INDÚSTRIAS CATARINENSES QUE TRABALHAM COM RESINA DE PET{#emotions_dlg.meeting}

  

  • AB PLAST - Joinville

  • ALIANÇA EMBALAGENS PLÁSTICAS – Guaramirim

  • CRISTAL MASTER – Joinville

  • INPLAVEL – Joinville

  • MONDIANA – Biguaçu

  • UNIPLAST EMBALAGENS – Jaraguá do Sul

 

 Ficaram curiosos? Querem conhecer mais indústrias de plásticos catarinenses? Cliquem aqui.


TRICOTANDO ENTREVISTA{#emotions_dlg.chat}

 

 

 Entrevistados:

 

  • Cláudio Mendes de Oliveira, 37 anos, analisador e desenvolvedor de Sistemas.

  • Jailsson, técnico em informática.

 

QUAL A MELHOR OPÇÃO PARA O MEIO AMBIENTE: GARRAFAS DE VIDRO OU DE PET? POR QUE?

 

Cláudio - garrafas PET, porque seu processamento é mais fácil do que o das garrafas de vidro. Sua reciclagem é mais dinâmica.

 

Jailsson - Garrafas de vidro, segundo algumas pesquisas, as garrafas PET exalam uma substância nociva ao meio ambiente.

 

QUAIS AS MELHORES FORMAS DE REUTILIZAÇÃO DAS GARRAFAS PET UTILIZADAS NO BRASIL?

 

Cláudio - Derreter e elaborar novos produtos, como embalagens, materiais escolares e outros.

 

Jailsson - O ideal é a erradicação desse material, mas hoje em dia temos belíssimos trabalhos artesanais derivados de materiais recicláveis.

A INDÚSTRIA DE PLÁSTICOS TEM CRESCIDO MUITÍSSIMO NOS ÚLTIMOS ANOS, ECOLOGICAMENTE FALANDO, ISSO TRAZ BENEFÍCIOS OU MALEFÍCIOS?

 

Cláudio - Quando há um reaproveitamento de materiais, então o processo é favorável, senão é prejudicial, pois está criando mais poluição.

 

Jailsson - Acredito que, se os processos de reciclagem estiverem acompanhando esse crescimento, não há mal em utilizar a matéria prima, CONSCIENTEMENTE.

 

AS INDÚSTRIAS DE PLÁSTICO DE SANTA CATARINA TEM APRESENTADO ALGUMA PREOCUPAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE?

 

Cláudio - Sim, temos como exemplo: Krona, Tigre e Amanco. Sempre se mostraram preocupadas com a poluição do meio ambiente.

 

Jailsson - Desconheço qualquer iniciativa dos mesmos.

 


 

A VOZ DO POVO

 

 

 

E ai galera? Curiosos para saber o que o pessoal de Joinville pensa sobre o assunto? Nossa super repórter – Vânia – foi às ruas com seus superpoderes de entrevista (kkk') falar com os jovens de nossa cidade. Segue abaixo o super resultado... Ok! Vou parar com isso!!! 

 

VOCÊ TEM IDEIA DE COMO SÃO PRODUZIDAS AS GARRAFAS PET?

 

40,7% dos entrevistados respondeu que SIM !

59,3% respondeu que NÃO!

 

A CADA ANO HÁ UM AUMENTO NA QUANTIDADE DE GARRAFAS PET RECICLADAS. VOCÊ É ADEPTO À RECICLAGEM?

 

66,6% dos entrevistados afirmaram que RECICLAM :)

33,4% dos entrevistados NÃO RECICLAM :( Ai Aiai galera!!

 

QUAL A FORMA MAIS DE LEGAL DE SE REUTILIZAR AS GARRAFAS PET?

 

37% dos entrevistados acha que a forma mais legal de reutilizar as garrafas PET é através do ARTESANATO.

60,5% acredita que a melhor forma é a RECICLAGEM.

2,5% não é a favor da reutilização das garrafas PET.


 

ARTESANATO COM GARRAFAS PET – LINKS ÚTEIS

 

 


 

 EXTRA: DE ONDE VEM? LARALARÁ-LÁ

 

 

 


 

E ai pessoal? Gostaram do POST? Espero que sim (:

Caso queiram deixar suas opiniões cliquem em COMENTAR ali embaixo!

 

Deus lhes abençoe *---*

 

música: De onde vem? Laralará-lá :D
tags:
publicado por tricotando às 15:43

link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De Toni Deric a 18 de Setembro de 2011 às 20:16
Muito bom, show de bola esse post!

Agora tenta fala LARALARÁ-LÁ bem rápido.
De tricotando a 18 de Setembro de 2011 às 21:48
Obrigada pelo comentário :D

Haha, cantar é mais fácil ¬¬' kk'
De Ana a 20 de Setembro de 2011 às 12:24
oie, garotas !!!
ki blog... einh, schow de bola!
super, hiper i mega interessante...
ei qdo vai se o proximo post di vcs... to anciosa, pra ver =)
ahhh continuem assim...
abraço
*-*

De tricotando a 22 de Setembro de 2011 às 01:06
Oi Ana!! Obrigada pelo comentário!
Nossa equipe fica muito feliz que você tenha gostado do Post!!
Volte sempre *---*
De Nikaela a 20 de Setembro de 2011 às 23:55
Muuuuuuito show... Esse ficou bem interessante, pq diz respeito á todos... Até pros que não tomama refrigerantes. hehe Ótimo trabalh meninas.. Dá próxima vez quero ser entrevistada. hahaha
De tricotando a 22 de Setembro de 2011 às 01:08
Obrigada Nikaela!!

Pode deixar que logo,logo a Jess irá te entrevistar!! kkk'

Volte sempre :D
De joice a 23 de Setembro de 2011 às 05:17
ei, meninas !!!
parabens, mt bom o blog...
=)
De tricotando a 23 de Setembro de 2011 às 18:27
Olá Joice!
Muito obrigada (:
De Elton a 12 de Junho de 2013 às 03:32
Muito bom!
De Aline Vitoria a 21 de Outubro de 2013 às 05:26
Olá..
Gostaria de saber como funciona a descontaminação da água utilizada no Pet (NaCLO) água sanitária.
De swTpyYDogGDMRxhnY a 28 de Novembro de 2014 às 15:01
Y5Od0J mpodxujowxbr (http://mpodxujowxbr.com/), [url=http://mgnacrrsyblh.com/]mgnacrrsyblh[/url], [link=http://jexaucbpjkkw.com/]jexaucbpjkkw[/link], http://axocvfvkeiwx.com/

Comentar post

*Mais sobre nós


*Pesquisar

 

*Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

*Posts recentes

* Imagens que contam histór...

* O mundo das profissões. P...

* Boa formação... Simpatia....

* Orkut, Facebook, Twitter,...

* Monstro de sete cabeças? ...

* Uma garrafinha PET, duas ...

* A Variedade Industrial Ca...

*Arquivos

* Abril 2012

* Outubro 2011

* Setembro 2011

*tags

* todas as tags

*Blog amigo


blogs SAPO

*subscrever feeds